Tempero caseiro – mas nem tanto

 

tempero _thumb[1]

Ter um tempero básico pronto na geladeira facilita a vida da gente.

 

É claro que para dar um sabor especial à comida nada melhor do que um bom tempero caseiro. Descobri depois de muito “ensaio e erro” que o tempero nem precisa ser tão caseiro assim. Como meu filho bem definiu: “minha mãe é feliz fazendo tempero, às vezes chego em casa e não tem nada para comer, mas a geladeira dela está sempre cheia de temperos.”

Como toda cozinheira de meia-tigela, tenho que me esmerar no tempero para realçar o sabor e disfarçar coisas como: comida cozida demais, comida chamuscada, comida cozida de menos, comida esquecida no fogo, etc.

Vamos para uma de minhas especialidades, e como bem disse meu filho, acho que tenho um ladinho de “bruxa” e adoro ficar misturando ervas e preparando minhas “poções”. Sempre tenho pelo menos um vidro grande de tempero na geladeira, para evitar de ter que ficar descascando alho em cima da hora de preparar a refeição.

Receitinha básica de tempero, que você pode personalizar

2 cabeças de alho

1 cebola média

3 ou 4 cebolinhas

2 pezinhos de salsa ou coentro

óleo

Modo de preparar

Descasque o alho e a cebola, pique bem a cebola. Lave bem as cebolinhas, salsa ou coentro. Bata tudo no liquidificador, e vá acrescentando óleo até que tudo esteja bem misturado. Se colocar muito óleo fica pouco consistente, então vá adicionando o óleo aos poucos, apenas o suficiente para que o liquidificador consiga triturar a mistura.

A cebolinha e a salsinha (ou coentro) são só para dar um gostinho, se colocar muito o tempero fica verde, aí não dá para usar no arroz, por exemplo. Se quiser mais gosto desses temperos é melhor adicionar picado ao prato que vai preparar do que fazer um tempero verdão que não dá pra usar em arroz ou feijão, por exemplo.

Guarde em um pote bem tampado, na porta da geladeira perto do congelador. Assim conservado dura até duas semanas sem estragar.

Quando for cozinhar, apenas pingue óleo na panela (lembre-se que já há óleo no tempero). Esse tempero serve para arroz, feijão, carne (tempere pelo menos meia hora antes de cozinhar para “pegar” bem), frango peixe, etc.

Para personalizar, vale adicionar Sazón quando for preparar (eu adiciono 1 envelopinho na panela logo depois de dourar), cominho, louro, curry (na carne fica ótimo) ou qualquer outro tempero. Tenha esse tempero como “base” sempre pronto para facilitar e depois acrescente outros, vá testando para ver qual agrada mais ao seu paladar.

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: